sexta-feira, 8 de março de 2013

Google testa serviço de entrega similar ao da Amazon

O Google está desenvolvendo um serviço chamado Shopping Express, que ajuda comerciantes locais a vender seus produtos online e os entregá-los no mesmo dia.
 
Segundo informações da agência Reuters, o Google seria responsável por contratar a logística das entregas desde a coleta até a entrega no destino final. Desta forma, nem o Google e nem as lojas precisariam lidar diretamente com as entregas.

A fonte informou à agência, em condição de anonimato, que o projeto vem sendo liderado pelo diretor de produtos do Google especializado em e-commerce, Tom Fallows, que estaria realizando testes na região de São Francisco há pelo menos um mês. 

O serviço seria similar ao Amazon Prime, que cobra uma assinatura anual de cerca de 70 dólares, nos Estados Unidos, para entregas ilimitadas no mesmo dia e realizadas por meio do site.

O serviço do Google deverá custar cerca de 10 dólares mais barato e é possível que futuramente a empresa inaugure também uma loja online aos moldes da Amazon e eBay. O Google Shopping Express é mais uma demonstração de que a empresa pretende expandir seus negócios para além das buscas online, explorando o comércio eletrônico.
 
Fonte: info abril

YouTube lança novo layout para os canais

O YouTube estreia nesta sexta-feira (8) o novo layout para os canais dos usuários. Chamado de YouTube One Channel, o novo recurso estava disponível somente para um restrito número de usuários em sua versão beta. Agora, todos os canais podem atualizar suas páginas.
Uma publicação no blog oficial para parceiros do YouTube mostra as novidades da ferramenta. Os donos de canais podem inserir um trailer informativo para explicar um pouco sobre o projeto ao visitante que não está inscrito.

O novo layout também traz uma foto de capa, assim como no Facebook, chamado de Channel Art. Ela estará presente sempre que o visitante entrar na página, seja pelo PC ou por dispositivos móveis.

Para migrar para o novo layout, basta acessar o site oficial do One Channel e clicar no botão na parte inferior da página. O YouTube também chamou donos de canais famosos nos Estados Unidos e criou um vídeo explicando as novidades.

Fonte: info abril

Chega a R$ 75 milhões multas da Anatel ao grupo Oi

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) multou, nesta sexta-feira, mais uma vez, empresas do Grupo Oi. O motivo, recorrente, das punições é o descumprimento de metas de qualidade na prestação dos serviços da companhia.
Nesta sexta-feira, as multas aplicadas à operadora superam os R$ 14 milhões. Juntando esse valor às punições recebidas pela empresa desde o dia 15 de fevereiro, as sanções encostam nos R$ 75 milhões. A TNL PCS recebeu, nesta sexta-feira, duas multas, cada uma no valor aproximado de R$ 35 mil. 

A Telemar Norte Leste, três multas: R$ 6,7 milhões; R$ 3,2 milhões; e R$ 591 mil. A Oi S/A foi multada em R$ 3,2 milhões. Os despachos da Anatel com as punições estão no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira.

Fonte: exame abril

Site do Google I/O traz códigos especiais escondidos

Para chamar a atenção à sua conferência anual Google I/O, a empresa liberou o site oficial do evento que conta com diversas surpresas escondidas. Os “easter eggs”, como são chamados os códigos escondidos em páginas da internet, podem ser liberados conforme o usuário acerta uma sequência de cliques no logo do Google I/O.
Ao acessar o site do evento apenas um logo do evento é exibido. Ao clicar nas letras “I” ou “O” e acertar uma das inúmeras sequências criadas pelo Google, o usuário é redirecionado para outra página que pode trazer alguma animação, efeitos sonoros e até games.

Para saber se está no caminho certo, o Google exibe um indicador logo abaixo da imagem que muda de cor – vermelho ou verde – conforme o usuário esteja no caminho certo para liberar algum código surpresa.

O cadastramento para o evento será aberto somente no próximo dia 13 de março. E a conferência Google I/O será realizada entre os dias 15 e 17 de maio, nos Estados Unidos.

O Google utiliza esta conferência anual para anunciar futuros projetos e novos produtos. Em 2012 a empresa anunciou no evento seus óculos Project Glass, o tablet Nexus 7 e o sistema Android 4.1 Jelly Bean.

Fonte: info abril

quinta-feira, 7 de março de 2013

Facebook pode lançar Feed de Notícias redesenhado com conteúdos específicos

O Facebook fez um convite a imprensa para apresentar nesta próxima quinta-feira, (07), na sua sede em Menlo Park, Califórnia, uma nova interface de sua mais importante ferramenta, o Feed de Notícias. Segundo boatos, o conteúdo terá uma melhor apresentação, com uma filtragem mais eficiente, e será dividido por assuntos.

O Facebook tem negligenciado o seu Feed de Notícias, que é basicamente o mesmo desde que foi lançado na web em 2006, e para aplicativos de smartphones, em 2009, situando-se na parte superior da tela da rede social, com uma coluna com as fotos de seus contatos mostrando as últimas atualizações destes.

Porém, as notícias com conteúdo específico são difíceis de serem visualizadas e as mais importantes ou recentes se misturam de forma desorganizada.
Segundo rumores de funcionários anônimos do Facebook para o Tech Crunch, na nova interface da rede social o conteúdo do Feed de Notícias passará a ser apresentado em abas no topo da página, e permitirá que os usuários visualizem diferentes categorias de informações ao mesmo tempo.

Em um dos botões será possível visualizar melhor as imagens postadas no Facebook e no Instagram por seus amigos, fan pages e anúncios, apresentadas em um tamanho maior e dispostas como se estivessem em um álbum de fotos, podendo ainda ser visualizadas em tela cheia.

É provável que novas ferramentas de filtragem estejam disponíveis no Feed de Notícias, com as atualizações mais importantes e recentes separadas, e uma nova opção onde será possível saber quais foram as últimas músicas ouvidas pelos contatos, assim como shows agendados e álbuns recém lançados pelos músicos preferidos pelos usuário.

Dessa forma, o Facebook irá atualizar um de seus recursos mais valiosos, tornando a interação entre os usuários melhor. Depois de melhorar o seu app, modificar a exibição dos perfil e aprimorar ferramentas de busca, a rede social quer que os conteúdos publicados pelos usuários sejam melhor apresentados em seu novo News Feed de forma a facilitar e estreitar as relações entre os internautas.

Fonte:tech tudo

Celulares xing-ling deixarão de funcionar em 2014

Por imposição da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), as operadoras de telefonia brasileiras vão construir um sistema para identificar e bloquear o uso de celulares não-homologados no país a partir de 2014. Na prática, os celulares xing-lings ou de fabricantes que não operam no país deixarão de funcionar no Brasil por falta de certificação. 

A Anatel enviou às operadoras Oi, TIM, Vivo e Claro um ofício no dia 16 de janeiro de 2013 cobrando que celulares não-homologados sejam bloqueados em até 12 meses. A agência reguladora fala sobre uma “solução tecnológica para coibir o uso de estações móveis não certificadas, com IMEI adulterado, clonado ou outras formas de fraude nas redes do SMP”.

A sigla IMEI significa “International Mobile Equipment Identity”, e é o número de identificação presente em cada telefone celular. Dentro da identificação consta um código que representa o modelo do aparelho, chamado de TAC. Os celulares piratas costumam usar IMEIs clonados para enganar as redes das operadoras.

De acordo com a Anatel, as operadoras deverão elaborar “possíveis critérios transitórios a serem implementados à base atual de usuários, de modo a minimizar os impactos sobre a população”. Ou seja, se os xing-lings foram mesmo bloqueados em 2014, progressivamente vão surgir campanhas no Brasil para conscientizar a população sobre os riscos de utilizar um celular não-homologado. Estima-se que, hoje, dezenas de milhões de unidades de modelos piratas estejam sendo utilizados no país.
 

O problema dos importados


O grande problema na decisão da Anatel é que a regra dos celulares piratas pode acabar afetando os dispositivos comprados no exterior. Modelos de fabricantes como HTC e Asus, por exemplo, dificilmente chegam a ser lançados no nosso país, o que leva alguns consumidores a importá-los ou adquirir por meio de revendedoras.

No entanto, se o modelo importado não for homologado pela Anatel, ele será considerado ilegal nesta nova medida das operadoras, já que seu IMEI não estará entre os modelos autorizados pela Agência. Resta saber se as operadoras vão fornecer algum recurso para quem possui aparelhos importados no país.

A questão dos aparelhos roubados


Muito além das falsificações e dos xing-lings, a medida da Anatel visa inutilizar aparelhos obtidos através de roubo. A agência reguladora quer criar um mecanismo que evite fraude e coíba o furto de celulares.


A ABR Telecom, que atualmente cuida do banco de dados da portabilidade numérica, será provavelmente a responsável pelo gerenciamento do sistema comum para identificação dos celulares não-homologados.

Essa determinação da Anatel está embasada no artigo 77 do regulamento do Serviço Móvel Pessoal (SMP): “As prestadoras devem dispor de meios para identificar a existência de fraudes na prestação do SMP, em especial aquelas consistentes na utilização de Estação Móvel sem a regular Ativação utilizando Código de Acesso associado a outra Estação Móvel”.


Fonte: tech tudo

quarta-feira, 6 de março de 2013

Samsung deve apresentar mais um Galaxy de baixo custo, diz site

A Samsung está desenvolvendo um smartphone de baixo custo com o codinome de Galaxy Pocket Neo. A informação é do site SamMobile.
O aparelho deve vir em duas versões: com um ou dois slots para cartões SIM. O smartphone teria especificações modestas, como uma tela de 3 polegadas com câmera traseira de 2 megapixels. Ele também contaria com conexões 3G e Bluetooth 4.0.

Ainda não há menções sobre o sistema operacional embarcado, mas é seguro, segundo a publicação, que deve contar pelo menos com a plataforma Android na versão 4.0 (Ice Cream Sandwich).

A Samsung deve apresentar o Galaxy Pocket Neo na cor prata próximo do dia 20 de março. O Pocket Neo chega para aumentar a família de smartphones Galaxy de baixo custo – que já conta com Galaxy Young e Galaxy Fame.


Fonte: info abril

Imposto do smartphone será reduzido neste mês, diz governo

O ministro da Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou nesta terça-feira que a desoneração dos smartphones deve ocorrer durante este mês.
"Para termos smartphones na Páscoa", acrescentou. Bernardo afirmou que o atraso aconteceu por causa do Tribunal de Contas da União (TCU), que questionou o projeto em dezembro. Neste ano, houve demora em razão da votação do Orçamento.

Ainda de acordo com Bernardo, a presidente Dilma Rousseff tem cobrado, enfaticamente, que as obras de infraestrutura para as telecomunicações recebam o mesmo tratamento dado a outras áreas, como o transporte.

Ele falou após reunião com o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), e os representantes da Oi, Vivo, TIM e Claro para debater a instalação de antenas de telefonia na cidade.

4G - Independentemente das dificuldades para instalar a infraestrutura, a rede 4G deve começar a funcionar em 30 de abril nas seis cidades que sediarão a Copa das Confederações, disse Bernardo.

Segundo o ministro das Comunicações, "as empresas não poderão se basear nas dificuldades de instalação da estrutura para deixar de oferecer o serviço". Bernardo acrescentou que as companhias se comprometeram em contrato.

Fonte: info abril

UE multa Microsoft em 561 milhões de euros

Autoridade de defesa da concorrência da União Européia multaram a Microsoft em 561 milhões de euros (cerca de R$ 1,4 bi) nesta quarta-feira por quebra de compromisso de oferecer aos consumidores europeus alternativas de navegador de Internet.
A Microsoft havia feito a garantia em 2009, após investigação antitruste na Europa, onde o problemas regulatórios da produtora de software remontam à década passada e já somam 2,16 bilhões de euros com a nova multa.

A Microsoft se comprometeu a oferecer aos consumidores europeus opções de navegadores rivais na versão anterior do Windows. Mas a Comissão Européia, que atua como regulador da competição nos 27 países membros da UE, considerou que a empresa quebrou essa resolução entre maio de 2011 e julho de 2012.

A Comissão Européia declarou levar tais compromissos muito a sério. "Compromissos assumidos legalmente em decisões antitruste têm um papel muito importante por permitir soluções rápidas para problemas de competição", disse o comissário para defesa da concorrência, Joaquin Almunia, em comunicado.

"Claro, tais decisões demandam cumprimento estrito. Uma falha em cumprir é uma infração muito grave e deve ser punida de acordo", declarou.

Fonte: info abril

terça-feira, 5 de março de 2013

Mulher paga US$ 500 por iPad, mas ganha um pedaço de plástico

Suzanne Nassie comprou um iPad por US$ 499 (pouco mais de R$ 1000) no Walmart da cidade de Brockton, nos Estados Unidos, mas recebeu um aparelho falso feito de plástico. Ao descobrir a farsa, não permitiram que ela falasse com o gerente do estabelecimento. 
A empresa ainda informou que Suzanne teria que reclamar do produto falso diretamente com a Apple e não com a loja que fez a revenda. O aparelho veio sem cabo e, no lugar do alto-falante traseiro, há apenas pontos pintados. A Apple, na realidade, utiliza metais e alumínio, além do plástico, porém, segundo Suzanne, não há sinal de metal no gadget. 

Essa não é a primeira vez que acontecem vendas de iPads falsos no Walmart. Já foram registradas queixas em lojas nas regiões de Nova Jersey, Flórida e Texas. Após ter o contato com o gerente, o Walmart permitiu que Suzanne o encontrasse para fazer sua reclamação. Ele fez um pedido de desculpas oficial e ofereceu o dinheiro pago pela consumidora de volta, como forma de reembolso.

“Ainda estamos tentando entender como isso aconteceu, revendo nossos registros transacionais para determinar como este produto acabou em nossas prateleiras. Se um cliente está comprando um iPad nesta loja, eles são bem-vindos para abrir o produto para confirmar”, disse o gerente em notícia publicada no site da emissora CBS.

Há vários produtos falsos no mercado que imitam aparelhos da Apple, mas o que surpreendeu no caso de Suzanne Nassie é que a caixa do tablet estava lacrada, como se fosse um gadget inteiramente novo. Somente quando ela abriu o plástico é que pode confirmar que se tratava de um produto falso.
Fonte: tech tudo

Entenda o protesto dos avatares verdes no Facebook

Você provavelmente navega com certa frequência no Facebook e, entre um clique e outro, pode ter se deparado com um ou mais perfis que possuíam apenas um quadrado verde-fluorescente como avatar. Não entendeu o significado disso?
A adoção do fundo chroma key, técnica amplamente usada pelas emissoras de TV e produtoras cinematográfica, na rede social é na verdade um protesto dos artistas de efeitos visuais pela valorização do seu trabalho, o qual está sendo apoiado por muitos profissionais relacionados e até mesmo fãs do cinema.

Conforme relatado pelo site The Hollywood Reporter, a comunidade envolvida na produção dos popularmente chamados “efeitos especiais” reclama por melhores pagamentos. Após um incidente durante o Oscar, que você confere logo abaixo, um grupo de profissionais da área criou a associação VFX Solidarity International (algo como Solidariedade Internacional Efeitos Especiais), a qual foi responsável pela idealização do protesto no Facebook.
 

Fonte: tecmundo

Teclado virtual invisível vira realidade em smartphones e tablets

A empresa japonesa Fujitsu desenvolveu um software inteligente que, combinado à câmera frontal de um tablet ou smartphone, permite que o usuário digite em um teclado virtual invisível em praticamente qualquer superfície plana. O protótipo foi demonstrado no evento Fira Barcelona Gran Via, na Espanha, e funcionou bem com o Windows 8 e um tablet genérico da própria Fujitsu.
O modelo, que é diferente dos mais populares teclados infravermelhos, está sendo estudado desde 2011 e a empresa planeja lançar uma linha de produtos com a opção de “teclado invisível” em breve, mas não informa datas nem uma previsão mais concreta.

Uma das limitações atuais é que o programa reconhece a cor da pele da pessoa para funcionar corretamente, e está programado para o tom de pele japonês. Isso quer dizer que não reconheceria ainda peles mais claras ou mais escuras que as dos orientais, por exemplo, e por isso ficaria restrita à região.
Outro assunto que se discute é a real utilidade desse produto. Com um teclado virtual tão prático, seria possível enviar mensagens mais rápidas do que pela tela touch, se o reconhecimento da função fosse realmente bom. No entanto, para fazer trabalhos mais complexos, ainda seria bem mais ágil utilizar um teclado físico comum ou sem fio.

Fonte: tech tudo

domingo, 3 de março de 2013

Qual o navegador mais usado no mundo? Chrome ou IE, dependendo da pesquisa

Alguns anos atrás, a guerra dos navegadores parecia nem existir. O Internet Explorer era o líder imbatível, com seus esmagadores 90 e tantos por cento de usuários e era difícil imaginar que um dia o browser seria ameaçado.
Pois bem, vieram Chrome e Firefox para bagunçar todo o resultado e hoje o que vemos é uma disputa acirrada no mercado. Mas afinal, quem está na frente? Depende da empresa de pesquisa. Para a Net Applications, o líder ainda é o Internet Explorer, com 55,82% dos usuários.

É um número ainda considerado alto, levando em conta a quantidade de gente que reclama do navegador. Alguns podem dizer que o Internet Explorer ainda domina o cenário porque ele já vem instalado no Windows em boa parte do mundo – o que é verdade. E para muitas pessoas, ele é suficiente.

Revertendo os resultados

Além de liderar, o Internet Explorer ganhou terreno e conseguiu estancar o sangramento que vinha sofrendo (algo inédito nos últimos anos), segundo a mesma pesquisa. Entre janeiro e fevereiro deste ano, o navegador ganhou 0,68% de usuários, enquanto o Firefox teve um incremento de 0,18%. O maior derrotado segundo a Net Applications é justamente o Chrome, com perda de 1,21%.

A melhora nos resultados do IE é atribuída às versões 9 e 10 do navegador, que aumentaram sua participação, enquanto a oitava segue em declínio. De acordo com a empresa de pesquisa, o IE8 ainda é a versão mais usada no mundo, com 23,38% dos usuários.

Por outro lado...

Já o StatCounter apresenta um cenário bem diferente. Segundo os resultados da empresa, o Chrome é o líder mundial, com 37,09% dos usuários. O Internet Explorer aparece em segundo, com 29,82% seguido do Firefox, com 21,34% de participação.  Mas o que faz os resultados serem tão diferentes nas duas pesquisas? O mais provável é a metodologia que ambas as empresas usam. 
O estudo da Net Applications se baseia nos dados de 160 milhões de visitantes únicos em 40 mil sites para seus clientes. Já o StatCounter avalia 15 bilhões de pageviews (número de vezes que uma página é aberta, independente se a ação é feita pelo mesmo usuário) no mundo todo. Independente do resultado, o que importa é termos bons navegadores, cada vez mais modernos e atualizados.

Fonte: tecmundo

Samsung e Apple conquistam chineses, mas lucro é das marcas locais

Nos primeiros meses do ano passado, a China se tornou a maior consumidora de smartphones e celulares do mundo, deixando os EUA e outros países comendo poeira. Entretanto, mesmo fazendo sucesso no país asiático, as duas maiores fabricantes do setor no mundo perdem em vendas para as marcas locais. Dessa forma, Samsung e Apple são grandes desejos e, na hora da compra, o bolso faz os chineses optarem por Huawei e companhia.
Pelo menos isso é o que pensa o analista de mercado CK Lu, que conversou com o Olhar Digital. De acordo com ele, a Ásia será o mercado dominante no segmento dos smartphones até 2015. Para isso, ele conta com a adoção dos smartphones pela camada mais pobre do continente. A partir disso, ele analisa a forma como as marcas locais estão se tornando populares na China. 

Elas vendem bem, mas tanto as pessoas de classes altas ou de baixas são fãs da Samsung e da Apple. “As demais fabricantes (de fora) são caras demais para o grande público”, explica Lu. Mesmo assim, ele faz ressalvas em suas previsões. Isso porque mercados de crescimento no setor móvel também podem se destacar ainda mais e desconcentrar o consumo da Ásia. “O Brasil, por exemplo, também tem um cenário semelhante ao da China. O país também é um mercado aberto e tem tido um grande aumento na demanda,” comenta.
Fonte: tecmundo

sexta-feira, 1 de março de 2013

Tendências em smartphones do Mobile World Congress 2013

O celular substitui a carteira - Sistemas de pagamento pelo celular vêm sendo desenvolvidos e testados há anos, mas ainda não são usados em larga escala. Isso deve começar a mudar neste ano. Muitos smartphones avançados já trazem um transceptor NFC, que vai possibilitar pagamentos por aproximação. No Mobile World Congress, Visa e Samsung anunciaram um acordo para colocar isso em prática. Diversos smartphones da Samsung sairão da fábrica prontos para realizar pagamentos na rede da Visa. Outros fabricantes devem seguir o exemplo.


Além da tela Retina - A definição das telas continua aumentando. Os aparelhos mais avançados nesse quesito já estão além do que o olho humano consegue perceber. No Mobile World Congress, um exemplo é o PadFone Infinity, da Asus, com tela Full HD de 5 polegadas. São 441 pixels por polegada. O iPhone 5 tem 326 pixels por polegada. Logo, o smartphone da Asus já superou a badalada tela Retina da Apple. O PadFone também pode ser acoplado a uma tela maior, transformando-se em tablet.

Smartphones baratos - Como muitos produtos onde a dose de inovação é alta, os smartphones eram caros quando surgiram. Agora, opções mais baratas vêm popularizando os aparelhos. No Mobile World Congress, a Samsung anunciou o primeiro smartphone com o sistema operacional Tizen; e, a Alcatel, um dos primeiros com Firefox OS. Os dois sistemas rodam em smartphones simples, que devem substituir os chamados “feature phones” – celulares que têm acesso à internet mais não se qualificam como smartphones.

Firefox OS - O sistema operacional Firefox OS pode ser usado em smartphones baratos e roda aplicativos baseados na web. No Mobile World Congress, a Alcatel-Lucent apresentou o One Touch Fire, um dos primeiros aparelhos projetados para ele. Além dela, LG, ZTE, Huawei e Sony devem usar o sistema. Já o Twitter anunciou seu app para Firefox OS, um exemplo que deve ser seguido por outras empresas. Se tiver sucesso, o sistema da Mozilla pode até brigar com BlackBerry e Windows Phone pelo terceiro lugar no mercado.


Harlem Shake vira surpresa no YouTube

Os vídeos de Harlem Shake continuam se acumulando no YouTube. Enquanto isso, o site resolveu brincar com o tema à sua maneira. Quem for lá, digitar “do the harlem shake” no campo de buscas e teclar Enter vai ter uma surpresa.
A brincadeira é do tipo conhecido como easter egg ou ovo de Páscoa – uma surpresa escondida que só é revelada quando se digita o código certo. Quando se faz a busca no YouTube, o logotipo do site começa a tremer. Depois, uma musiquinha familiar aos internautas começa a tocar. Espere um pouco mais e você verá o site inteiro dançar.

Uma busca com “Harlem Shake” traz 13,5 milhões de resultados no YouTube. Os vídeos mostram pessoas dançando convulsivamente ao som de um trecho da música “Harlem Shake”, do DJ Baauer.

Pelo que se sabe, o Harlem Shake original foi criado por cinco garotos australianos. Tem cerca de 30 segundos e mostra um dos rapazes dançando enquanto os outros parecem ignorá-lo. Há um corte e, na sequência, todos começam a sacudir-se.

Esse é o formato que foi copiado em inúmeras versões da dança. Na metade de fevereiro, 4 mil vídeos desse tipo estavam sendo publicados por dia no YouTube. Já havia 40 mil deles no site e haviam sido exibidos 175 milhões de vezes. Há de tudo – desde marinheiros fazendo Harlem Shake no convés do navio até equipes de natação dançando embaixo d´água.

Fonte: exame abril